BOA1

Featured post

#Analysis of recent #scientific #information on #avian #influenza A(#H7N9) virus - 10 February 2017 (@WHO, edited)

  Title : #Analysis of recent #scientific #information on #avian #influenza A(#H7N9) virus - 10 February 2017. Subject : Avian Influenza, ...

20 Feb 2017

#Macao Dept. of Health refuted claims about #human cases of #H5N6 #avian #flu in #HK & #China (DoH, Feb. 20 ‘17)

 

Title: Macao Dept. of Health refuted claims about human cases of H5N6 avian flu in Hong Kong.

Subject: Avian Influenza, H5N6 subtype, rumors about human cases in Hong Kong SAR.

Source: Department of Health, Macao SAR, full page: (LINK). Article in Portuguese.

Code: [     ]

_____

Serviços de Saúde apelam a não difusão ou reprodução de mensagens não confirmadas relativas a surto de H5N6 no Interior da China

___

Nos últimos dias os Serviços de Saúde tomaram conhecimento que circula, em algumas redes sociais, uma gravação de voz de eventuais responsáveis do Hospital Sanatorium de Hong Kong onde seria hipoteticamente abordado um surto de infecção humana provocado pela estirpe da gripe aviária H5N6 no Interior da China, aludindo que a situação epidémica estava fora do controlo.

Para tentar dissipar todas as dúvidas os Serviços de Saúde contactaram com os Serviços de Saúde de Hong Kong e confirmaram que esta situação não é verdadeira.

Aliás o hospital em causa - Hospital Sanatorium de Hong Kong – já publicamente esclareceu este assunto.

Assim, neste contexto, os Serviços de Saúde apelam a todos cidadãos que não difundam ou reproduzam informações não confirmadas.

Note-se que o primeiro caso de infecção humana pela gripe aviária H5N6 registado no Interior da China ocorreu em Abril de 2014.

Desde então, e a nível mundial, foram apenas detectados 16 casos de infecção humana. O último dos quais foi registado no dia 01 de Dezembro de 2016.

Os casos ocorreram em Sichuan, Cantão (Guangdong), Yunnan, Hubei, Hunan, Anhui e Região Autónoma Tibetana da Província de Guangxi.

Todos os casos foram dispersos e não concentrados numa única área. Em mais de 80% dos casos houve sempre relatos de exposição a aves vivas ou frequência de mercados de aves vivas.

O vírus H5N6 é uma estirpe com alta patogenicidade e quando as aves estão infectadas morrem rapidamente. Existem casos de infecção humana pela gripe aviária H5N6, contudo não existem provas que evidenciam um fenómeno de transmissão entre humanos. Os Serviços de Saúde têm mantido estreita comunicação com as entidades de saúde da China e das regiões vizinhas e com a Organização Mundial de Saúde, procedendo a estreita vigilância da situação epidemiológica de diversas regiões e de Macau.

Com a finalidade de prevenir a infecção humana pela gripe aviária, os Serviços de Saúde apelam aos cidadãos para prestarem atenção ao seguinte:

  1. Evitar o contacto com aves, suas secreções e excrementos, e em caso de contacto, lavar as mãos de imediato;
  2. Não comprar ou transportar aves não inspeccionadas;
  3. Evitar consumir carne, vísceras, produtos derivados de sangue e ovos de aves mal cozinhados;
  4. Prestar atenção à higiene pessoal e lavar as mãos com frequência;
  5. Se tiver sintomas de febre, tosse e dificuldades respiratórias, entre outros, deve usar máscara e dirigir-se ao médico o mais rapidamente possível, devendo informá-lo de forma detalhada da história de viagem e de contacto com animais.

___

Para informações detalhadas sobre a gripe aviária, pode consultar o sítio electrónico dos Serviços de Saúde (www.ssm.gov.mo) ou ligar durante o horário de serviço para a linha aberta de informações de doenças transmissíveis dos Serviços de Saúde (28 700 800).

-

Keywords: Macao SAR; HK PRC SAR; China; Updates; Avian Influenza; H5N6; Human.

-----